banner topo

2 de mai de 2011

Década de 50: A explosão da feminilidade

Como falar de moda e não falar dos anos dourados? Esse período criou uma nova silhueta para as mulheres, mais feminino e luxuoso, baseado em toda a transição que estava acontecendo graças ao fim da 2° guerra mundial. O responsável por isso? Ninguém mais, ninguém menos que Christian Dior, que apresentou sua primeira coleção, composta por saias amplas, ombros soltos e uma cintura bem marcada, dizem que nunca uma tendência foi tão bem aceita quanto o New look Dior.

A beleza se tornou um fator de extrema importância, a pele devia ser perfeita e os olhos bem delineados. Era o auge do make-up, das tintas de cabelo e dos produtos fixadores e alisadores. O cabelo ficou mais curto e os penteados eram amplos e definidos com finalizador.

Belezas marcantes:




A alta costura vivia seu ápice, grandes criadores transformaram essa época na mais elegante e sofisticada de todas. São eles:

Cristobal Balenciaga - Grande mestre da alta-costura, suas criações são consideradas obras-primas.



Pierre Balmain - Conhecido por sua sofisticação e glamour o designer foi figurinista de 16 filmes e ganhou o Drama Desk Award de melhor figurino para Feliz Ano Novo.



Hubert de Givenchy -  O estilista é conhecido por suas criações imortalizadas em filmes como Breakfast at Tiffany's, Cinderela em Paris e Sabrina. Após o conhecer Audrey Hepburn exigiu que todo seu guarda-roupa fosse feito por ele.



Coco Chanel - Criadora do famoso pretinho básico, teve dificuldades financeiras após a guerra, porém graças à admiração da ex primeira dama Jackie Kennedy, ela passou a aparecer em revistas de moda com sua criações.



Madame Grès - Famosa pelos vestidos de jersey de seda drapeados e pelos tubinhos, criava os modelos no corpo da cliente e intrigava a todos escondendo metros de tecido.



Nina Ricci - Tornou-se conhecida por seu refinado sentimento romântico e feminino, trabalhava diretamente nos manequins, para garantir o caimento perfeito.



E claaro que eu não poderia deixar de colocar a imagem de Christian Dior, que transformou a maneira de se vestir e definiu os padrões da década de 50.


É sempre bom saber um pouquinho da história de quem admiramos, não é? Boa segunda para todos.

Beijos

2 comentários:

  1. Vanessa2/5/11

    Bruu, seu blog tá mt legal, adorei saber essas coisas, quem diria que tudo que usamos hj teve um boom nos anos 50

    ResponderExcluir
  2. Josy2/5/11

    A Pier Angeli parece muito a Anne Hathaway, esse post é uma visita ao passado.

    Gostei bastante.

    ResponderExcluir

Comente, sua opinião é muita válida e nós teremos prazer em responder e seguir o seu blog :)